quarta-feira, 26 de abril de 2017

BELO JARDIM-PE É NOVO HAMBURGO-RS DE JUNINHO SILVA

Juninho Silva
O meio campista Juninho Silva é natural de Belo Jardim, cidade do interior pernambucano com 80 mil habitantes e que fica a uma distância de 180 km de Recife, capital pernambucana. Com o bom desempenho do atleta e a boa campanha do Novo Hamburgo no Campeonato Gaúcho de 2017, existe uma mobilização da população em assistir e torcer pelo Noia e em especial para o conterrâneo. Nas redes sociais as pessoas expõem suas empolgações e torcem para que o Novo Hamburgo seja campeão ao final do gauchão de 2017.

Wildes Brito (amigo), Duda (pai) e Maria Inez (mãe)
“Juninho Silva é uma pessoa simples e sabe fazer boas amizades, por isso à torcida pelo seu sucesso é unanimidade aqui em Belo Jardim”. Afirma Wildes Brito que é comentarista esportivo na cidade.

“Bom filho que sabe valorizar a família é tudo de bom desse nosso eterno menino. Agora queremos mais sucessos em sua profissão sendo campeão pelo Novo Hamburgo”. São as palavras de Cícero José da Silva (Duda) e Maria Inez que são pais de Juninho.

Nas ruas, praças, bares o que se comenta é o bom futebol apresentado por Juninho Silva que nesse momento já é considerado um ídolo para todos os belo-jardinenses.

A decisão do título de Campeão Gaúcho de 2017 começa no próximo domingo, 30 de abril, entre o Novo Hamburgo e Internacional. São dois confrontos, a primeira em Porto Alegre e o jogo final no dia 07 de maio na cidade de Novo Hamburgo.

Belo Jardim vai se concentrar e torcer para que o Novo Hamburgo de Juninho Silva seja o Campeão Estadual do Rio Grande do Sul de 2017.

Obras de Artista Plástico Paulo Roberto

O Artista plástico Paulo Roberto continua apresentando suas obras de arte de pintura. Seus trabalhos estão à disposição de todos que queiram adquirir os quadros. O Professor é aposentado do IFPE-Campus Belo Jardim e ele aceita encomendas.

E-mail: pagricola@bol.com.br 

Confira alguns quadros












Pernambuco pode contar com mais um feriado no calendário


Resultado de imagem para Pernambuco
A partir do próximo ano, Pernambuco pode contar com mais um feriado no calendário. Na próxima semana, a Assembleia Legislativa (Alepe) deve votar em plenário o projeto que transforma a Data Magna do Estado, comemorada no dia 6 de março, em feriado estadual.

A proposta, de autoria da deputada Teresinha Nunes, foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa legislativa e conta com o apoio de 29 dos 42 deputados estaduais.

Comemoração - Este ano, no dia 6 de março, uma solenidade no Palácio do Campo das Princesas marcou o início das comemorações ao Bicentenário da Revolução Pernambucana de 1817. Com hasteamento da Bandeira de Pernambuco, desfile cívico-militar e descerramento da placa no hall do Palácio, valores como liberdade e a democraria, defendidos há 200 anos, foram lembrados.

Governo exonera temporariamente ministros para que votem reforma trabalhista

Resultado de imagem para Governo exonera temporariamente ministros para que votem reforma trabalhista
O governo publicou nesta quarta-feira (26), no "Diário Oficial da União", as exonerações temporárias de três ministros para que possam retomar o mandato de deputado federal e votem na Câmara a favor da reforma trabalhista. A votação está marcada para esta quarta.

Os ministros exonerados foram: Mendonça Filho (Educação), Bruno Araújo (Cidades) e Fernando Bezerra Coelho Filho (Minas e Energia).

Segundo adiantou o Blog do Camarotti, o governo tem segurança para aprovar a reforma trabalhista, mas decidiu enviar os ministros para a Câmara porque, com isso, consegue afastar da votação dois deputados dissidentes do PSB, que são suplentes.

Na segunda-feira (24), o governo já havia anunciado que adotaria a estratégia de exonerar ministros para fortalecer o apoio a outra reforma na Câmara, a da Previdência.

Ao todo, 14 ministros poderão ser afastados das pastas que comandam e voltar à atuação parlamentar na Câmara. Se aprovados na Câmara, os textos das reformas vão para o Senado. Dois senadores com mandato são atualmente ministros e também podem ser exonerados temporariamente.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Violência, assaltos e medo na BR-232


Resultado de imagem para Violência, assaltos e medo na BR-232
Trafegar pela BR-232, principalmente à noite, voltou a ser um risco. Na quinta-feira, um grupo de amigos teve o carro interceptado por cinco assaltantes que estavam em outro veículo. Os criminosos atiraram no carro das vítimas, o que os fez parar na estrada. O fato aconteceu por volta das 21h40 entre Gravatá e Bezerros. O universitário Marcos Venício Cândido, 20 anos, dirigia um Polo quando um Corolla se aproximou. “Levaram todos os nossos pertences e o carro”, ressaltou.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, desde janeiro sete assaltos foram registrados entre Moreno e Bezerros. A PRF informou que nove pessoas foram presas e dois adolescentes apreendidos. Casos de violência devem ser denunciados através do telefone 191. O Núcleo de Operações Especiais da PRF desenvolve trabalho de prevenção nas estradas.

Após ficar cego, brasileiro encontra alegria em fotografar

Valdir da Silva / Facebook
Após se acidentar enquanto trabalhava em uma fábrica de sapatos e perder a visão nos dois olhos aos 24 anos, Valdir da Silva não imaginava que encontraria na fotografia uma forma de retomar a vontade de viver. O morador da cidade de Taquaruçu do Sul, no Rio Grande do Sul, esbarrou em latas de solventes e foi perdendo gradativamente a visão. Revelou ter até mesmo pensado em se matar, mas após receber incentivo de uma professora descobriu uma nova paixão. “Comprei uma máquina simples e ela foi me dando dicas”.

Hoje, Valdir utiliza o tato e a audição como guias para fotografar tudo o que não pode ver. O calor da luz do sol, por exemplo, é um dos indicadores da hora perfeita de fotografar o entardecer. “Se escuto determinado barulho, sei que ali tem uma árvore. Se escuto um passarinho cantando, se ouço uma pessoa falando, mais ou menos defino a distância e a altura”, explicou. Ele já participou de exposições e sonha em investir em equipamento profissional para filmar um documentário sobre aqueles que têm deficiência. “As pessoas enxergam o mundo muito visual e esquecem da essência”, contou.

Maioria do STF decide que goleiro Bruno deve voltar à prisão

Janot quer Bruno de volta à prisão
Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu em plenário nesta terça-feira que o goleiro Bruno, solto em 21 de fevereiro por decisão do ministro Marco Aurélio Mello, deve voltar à prisão. Na sessão, 3 dos 5 ministros da Primeira Turma do STF votaram pelo não reconhecimento do habeas corpus concedido a Bruno.
Atualmente, Bruno é contratado pelo Boa Futebol Clube, time da segunda divisão de Varginha, em Minas Gerais, em março e causou polêmica nas redes sociais. Diversos patrocinadores do clube mineiro reincidiram os contratos devido a contratação do goleiro.
Na última quinta-feira, o procurador geral da República Rodrigo Janot pediu ao STF a revogação da decisão que colocou o goleiro em liberdade.
  • Para Janot, a própria defesa contribuiu para o eventual prolongamento do prazo para julgamento da ação. “Anote-se que a execução provisória da pena se deu a pedido da própria defesa, na ocasião do recurso de apelação. Isso reforça a ausência de prejuízo ao sentenciado, que pode postular os benefícios previstos na Lei de Execução Penal”, escreveu.
Bruno foi condenado em primeira instância a 22 anos e três meses de prisão pelo assassinato de Eliza Samudio, com quem teve um filho. Na decisão liminar de fevereiro, o ministro Marco Aurélio determinou que Bruno poderá aguardar o julgamento dos recursos da condenação em primeira instância em liberdade.

Reforma pode acabar com feriado emendado; veja dez pontos

MERCADO DE TRABALHO -SERT - POUPATEMPO SÉ - Carteira de Trabalho
A comissão especial da Câmara dos Deputados deve votar nesta terça-feira o parecer da reforma trabalhista do relator Rogério Marinho (PSDB-RN). A expectativa da base aliada é aprová-lo na comissão especial e quarta-feira no plenário da Casa.
Na semana passada, o plenário da Câmara aprovou requerimento de urgência para votação da proposta. Isso significa que não é possível pedir vista ou emendas à matéria na comissão especial que analisa o parecer.
  • O relatório da reforma trabalhista mexe em 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O projeto dá força de lei aos acordos coletivos negociados entre empresas e trabalhadores em vários pontos. Entre eles, permite que sindicatos e empresas negociem a troca do feriado. Isso significa que patrões e empregados podem negociar que feriados que caírem na terça ou quinta-feira, por exemplo, sejam gozados na segunda ou sexta. Seria o fim dos feriados emendados.
Veja alguns pontos que serão alterados com a reforma trabalhista:

ACORDOS COLETIVOS

Hoje, os acordos não podem se sobrepor à CLT. Com a reforma, o negociado em acordo se sobrepõe ao legislado. Com isso, os acordos terão poder para regulamentar jornadas de 12 horas, parcelamento de férias, entre outros pontos.
O relatório de Marinho prevê 16 situações em que o acordo ou negociação coletiva tem prevalência sobre o legislado. Entre eles está a troca do dia de feriado.

PARCELAMENTO DE FÉRIAS

Hoje, a lei permite que as férias sejam parceladas em até duas vezes, sendo que um dos períodos não pode ser menor do que dez dias corridos. A reforma permite o parcelamento em até três períodos, sendo que um deles não pode ser inferior a 14 dias. Os outros dois não podem ser menores do que cinco dias corridos.

BANCO DE HORAS

Hoje, as horas acumuladas devem ser compensadas em um ano. Após esse prazo, o trabalhador deve recebe-las com acréscimo de 50%. Pela reforma, o banco de horas pode ser negociado diretamente entre empresa e funcionário.

JORNADA PARCIAL

Hoje, permite-se jornada de 25 horas semanais, sem hora extra, com direito a 18 dias de férias. Reforma amplia esse período para 30 horas semanais, sem hora extra, ou 26 horas com até seis horas extras semanais. O período de férias sobe para 30 dias.

JORNADA INTERMITENTE

Lei não prevê hoje jornadas sem continuidade. Reforma prevê prestação de serviços de forma descontínua, podendo alternar períodos em dia e hora, cabendo ao empregado o pagamento pelas horas efetivamente trabalhadas. O pagamento será feito por horas e o cálculo não pode ser inferior à hora do salário mínimo.

TELETRABALHO (HOME OFFICE)

Não é regulamentado hoje pela CLT. Relatório prevê a prestação de serviços preponderantemente fora das dependências do empregador. Empresas ainda poderão revezar os regimes de trabalho entre presencial e teletrabalho.

DEMISSÃO

Trabalhador pode ser demitido ou ser demitido com e sem justa causa. Demitidos sem justa causa recebem hoje multa de 40% sobre o saldo depositado do FGTS, os depósitos do fundo, além de ter direito ao seguro-desemprego. Relator cria a demissão em comum acordo. Na nova situação, a multa cai para 20%, trabalhador recebe 80% do saldo depositado no FGTS e não tem mais direito ao seguro-desemprego.

IMPOSTO SINDICAL

Correspondente a um dia de salário, ele é obrigatório para todos os trabalhadores com carteira assinada, independentemente de serem sindicalizados ou não. Com a reforma, trabalhador deverá autorizar a cobrança.

GRÁVIDAS E LACTENTES

Elas não podem trabalhar hoje em locais insalubres. O relatório diz que “a invés de se restringir obrigatoriamente o exercício de atividades em ambientes insalubres, será necessária a apresentação de um atestado médico comprovando que o ambiente não oferecerá risco à gestante ou à lactante.”

DESLOCAMENTO

Hoje, o tempo de deslocamento entre a casa do funcionário e a empresa é contabilizado como jornada quando o transporte é oferecido pelo empregador. O relatório diz que esse tempo deixa de contar como jornada. “A nossa intenção é a de estabelecer que esse tempo, chamado de hora in itinere, por não ser tempo à disposição do empregador, não integrará a jornada de trabalho. Essa medida, inclusive, mostrou-se prejudicial ao empregado ao longo do tempo, pois fez com que os empregadores suprimissem esse benefício aos seus empregados.”

QUITAÇÃO DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS

CLT não prevê essa situação. Hoje, trabalhadores podem entrar com ação contra antigo empregador até dois anos após a demissão e reivindicarem pagamentos referentes os últimos cinco anos. Reforma cria a quitação anual das obrigações trabalhistas, que deverá ser firmadan a presença do sindicato representante da categoria do empregado, no qual deverá constar as obrigações discriminadas e terá eficácia liberatória das parcelas nele especificadas. “A ideia é que o termo de quitação sirva como mais um instrumento de prova, no caso de ser ajuizada ação trabalhista”, diz o relatório.

Conta de energia em Pernambuco sobe 7,62%, em média, a partir de sábado

Energia ficará mais cara no sábado, em Pernambuco (Foto: Créditos: Divulgação)
A conta de energia elétrica ficará mais cara em Pernambuco a partir de sábado (29). O pedido de revisão tarifárias feito pela Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) foi aprovado, nesta terça-feira (25), pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O aumento médio ficou em 7,62%.

Para os clientes residenciais, os aumento será de 8,87%. Também foram incluídos os moradores que pagam a tarifa social. Um consumidor residencial convencional que consome 100 kWh/mês, por exemplo, terá sua conta reajustada de R$ 60,70 para R$ 66,12.

Para consumidores atendidos em alta tensão, como indústrias e comércio de médio e grande porte, o aumento ficou em 4,85%, em função da estrutura tarifária. Em Pernamnbuco, a revisão tarifária ocorre a cada quatro anos, conforme contrato de concessão estabelecido entre a Celpe e a União.

Em 2017, o índice final da revisão tarifária sofreu impacto de dois itens de custos não administrados pela distribuidora: a indenização com a transmissão, com 3,62%, e o risco hidrológico, com 3,13%, sobre o índice final. Ou seja, esses componentes provocaram aumento de 6,75%, o que representa 89% sobre o índice final das tarifas.


segunda-feira, 24 de abril de 2017

O sorvete foi inventado antes da geladeira?


Imagem relacionada
Pode até parecer estranho ou curioso, mas o sorvete surgiu muito antes da geladeira. Na verdade, essa refrescante sobremesa nos remete à China, há cerca de 3 mil anos.

A origem do sorvete está relacionada à neve. A delícia era preparada apenas com suco de frutas, mel e neve, formando uma espécie de raspadinha nutritiva.

A evolução do sorvete aconteceu ao longo da história, e se intensificou com a criação da refrigeração moderna. Agora, no tempo dos chineses, o gelo do inverno era usado de maneira criativa para a produção do primeiro sorvete do mundo. Isso aconteceu provavelmente no ano 1000 a.C.

Os flocos de neve fizeram tanto sucesso que Alexandre, o Grande, rei da Macedônia, introduziu a delícia na Europa. Ele teria buscado a mistura de salada de frutas, mel e neve no Oriente.

Os árabes também teriam participado dessa história. Pesquisadores afirmam que eles teriam aperfeiçoado a receita da China, acrescentando mais ingredientes à neve. Os árabes também dizem que "sorvete" é uma palavra que vem do idioma árabe, derivada de sharbat, que significa bebida fresca na tradução literal para o português.

Como podemos perceber, são várias as histórias sobre a criação do sorvete, mas, independentemente da origem certeira, podemos dizer que uma coisa não deixa dúvidas: o sorvete apareceu antes da geladeira.

Na história dessa maravilhosa e refrescante sobremesa, babilônios, egípcios, gregos e romanos aproveitaram o sabor incrível das frutas misturadas à neve. E vale ressaltar que a neve que era utilizada na produção do antigo sorvete vinha diretamente do alto das montanhas, o que tornava essa produção bastante cara e difícil.

Para conservar o sorvete, os antigos povos armazenavam a delícia em buracos revestidos de madeira, gelo comprimido e palha. Outra informação relevante: o refrigerador só apareceu no final do século XIX.